Tomografia Computadorizada

Um exame de tomografia computadorizada é um procedimento não invasivo com o uso de equipamentos especiais de raio X, que é acompanhado por um moderno sistema computadorizado que reproduz imagens dos órgãos em investigação. Pode ser chamado também de Tomografia Axial Computadorizada ou TC. Nesta modalidade de diagnóstico, a apresentação das imagens é disponibilizada em secções transversais para análise e conclusão do resultado.


Este método de exame é bem específico. Compara o órgão em análise como se fosse um “pão fatiado”. E cada parte minimamente dividida pode chegar à espessura de 0,6 mm. É um acompanhamento de qualquer parte do corpo conforme a recomendação médica, sabendo que é um avanço no método de imagem para diagnosticar tumores na pleura, pulmão, ossos, fígado, pâncreas, rins, útero e outros órgãos.


Este recurso permite determinar qualquer tipo de tumor do nível primário ao mais avançado, como também a confirmação de metástase ou de casos de derrame, acidentes vasculares cerebrais, embolia pulmonar, presença de edema cerebral, pericárdio e muito mais.


Todos os procedimentos são realizados por meio de um equipamento chamado tomógrafo, um tipo de túnel aberto que fica sobre uma mesa que desliza para dentro e para fora enquanto o paciente está sendo analisado. E ainda tem o suporte dos programas computadorizados que auxilia o médico a realizar o diagnóstico clínico.

Este exame possui dois princípios que estão baseados:


▪ radiografia tradicional;

▪ evolução técnica.


Esses dois fatores contribuem para que o exame de tomografia computadorizada possa realizar uma avaliação bem específica e detalhada, como também permite ao médico um resultado tridimensional da situação do paciente. Em alguns casos é preciso um procedimento injetável para facilitar o diagnóstico.


Para realizar o exame, o paciente deve fazer um jejum de seis horas e informar se possui algum tipo de alergia. Essa informação é necessária porque o paciente precisa tomar um contraste para facilitar a compreensão do exame. Também é preciso avaliar casos específicos do uso de medicamentos em pacientes diabéticos. 


Este exame apresenta aspectos positivos quanto à facilidade de estudo dos órgãos que são apresentados em partes ou cortes específicos nos raios X. Porém, a desvantagem está na forma ou pressão que este tipo de radiação possui para realizar o procedimento. Por isso é muito importante o cuidado necessário ao realizá-lo.


Os pacientes devem saber que estão expostos a uma grande quantidade de radiação. Por isso não deve ser exigido com frequência ou em doses efetivas de uma tomografia computadorizada. Por isso o médico, como também o paciente, devem ter ciência do limite de exposição a radiação que deve ser dentro das normas previstas.

Diferenciais de uma tomografia computadorizada

Fale com nossos especialistas e saiba mais sobre tomografia computadorizada

Quer saber mais sobre TC? Saiba que nossa equipe tem total conhecimento no assunto e pode oferecer todo o suporte antes de realizar o exame. Não deixe de saber sobre cada caso específico que necessite esse procedimento, como também é importante conhecer critérios de aplicação e as normas exigentes.

Localização

R. Teresa Maria Luizetto, 295

Vila Santa Luzia, Taboão da Serra

06754-010

(11) 4701-4425

www.scandiagnostico.com.br