Ressonância magnética em Embu

A ressonância magnética em Embu usa ondas de radiofrequência para obter informações mais detalhadas sobre os órgãos e tecidos do corpo e fazendo o diagnóstico por meio de imagens. Não usa radiação ionizante no processo. O aparelho é feito com um tubo circundado por um grande imã. Fornece imagens nítidas, detalhadas e em alta definição por meio de um campo magnético. Geralmente não exige nenhum tipo de preparo antes. Dependendo do exame, pede jejum de 4 a 6 horas e o uso de contraste, que não causa dando algum ao paciente e é eliminado na urina. Mesmo sendo um procedimento simples, o médico deverá ser avisado de doenças, remédios em uso e alergias.


Deve-se usar roupas adequadas e não será permito o uso de objetos metálicos como: brincos, piercings, anéis, etc. A pessoa durante o exame ficará deitada em uma maca que deslizará para dentro de um tubo. Para conseguir captar as imagens, o paciente não pode se mexer. Em alguns casos em que existe fobia ou algum tipo de impedimento que não consiga ficar parado, é necessário sedar. O exame é indolor e não possui riscos para à saúde, porém causa grandes ruídos, sendo necessário usar protetores para os ouvidos, que são disponibilizados ao paciente. Todo processo é monitorado por profissionais qualificados. Após o término a pessoa poderá voltar normalmente para sua dieta e atividades.

O exame de ressonância magnética em Embu dura cerca de 15 minutos e quanto mais o paciente estiver calmo e relaxado, maior será a qualidade das imagens e mais rápido será o processo. O contraste gadolínio usado é mais seguro que o iodo. Por permitir imagens mais nítidas dos tecidos moles que ficam próximos aos ossos, é o mais indicado para avaliar problemas nas articulações e coluna. É bastante usado para identificar certos tipos de lesões, que são ocasionadas pela prática regular de esportes, como: problemas nos ligamentos, tendões e músculos. Também utilizado na avaliação dos órgãos e estruturas abdominais e da pelve. Não é um exame evasivo, por isso não trará nenhum tipo de desconforto ou constrangimento ao paciente.


Diferente da ultrassonografia, a ressonância permite a visualização de toda uma região anatômica e proporciona acesso a regiões mais profundas como: cartilagem, ligamentos cruzados e meniscos. O que na ultra não é possível, as imagens são fragmentadas.

Diferenciais da ressonância magnética em Embu

Fale com os nossos especialistas e saiba mais sobre ressonância magnética em Embu

Algumas pessoas não podem realizar este exame por apresentarem algum tipo de metal no corpo, por exemplo, marca-passo, implante eletrônico, próteses, neuroestimuladores, fragmentos metálicos e grampo. Isso faz com que as imagens sejam distorcidas. Tem mais alguma dúvida sobre a ressonância magnética em Embu? Então entre em contato com nossos especialistas na área e descubra tudo que precisa saber sobre o assunto.

Localização

R. Teresa Maria Luizetto, 295

Vila Santa Luzia, Taboão da Serra

06754-010

(11) 4701-4425

www.scandiagnostico.com.br