Raio x convencional

O raio x convencional é utilizado para verificar as condições dos órgãos internos, fraturas, doenças ósseas, dentre outras doenças. Para realizar exames clínicos, os raios x, que foram descobertos pelo físico alemão Wilhelm Conrad Röntgen, em 1895, utilizam uma irradiação sobre pequenas partes do corpo, por um curto período de tempo. Dessa forma, estruturas como os ossos, que são facilmente penetráveis, aparecem brancas em uma imagem. Já estruturas como os pulmões, que são preenchidas pelo ar, aparecem pretas na imagem.


A máquina de raio x pode ser formada por uma mesa que possui uma câmera em sua parte superior ou uma placa na parede com uma câmera apontando para ela mesma. Porém o aparelho não toca o paciente em ambos os modelos. A produção de raios x ocorre devido a transições de elétrons nos átomos. A detecção dos raios x é feita, principalmente, por meio de filmes fotográficos para permitir o uso medicinal por meio das radiografias. A radiografia é o método mais simples das tecnologias disponibilizadas por meio de exames de diagnóstico por imagem, sendo o procedimento mais utilizado pelos médicos.


É necessário tomar alguns cuidados com a exposição contínua aos raios x, visto que pode provocar queimaduras, vermelhidão na pele e, em casos mais graves mutações do DNA, morte das células e até leucemia. Diante disso, o profissional que trabalha com equipamentos de raio x tem carga horária de trabalho reduzida.

Confira alguns cuidados que devem ser tomados quando for realizar um exame por meio do raio x convencional:


• Vista roupas fáceis de serem retiradas, sem botões ou enfeites metálicos;

• Caso seja necessário, o operador do raio x dará um avental para o paciente;

• Retire objetos com metal (grampos, chaveiros, dentre outros);

• O tempo médio do exame é de aproximadamente 10 minutos;

• Contraindicado em pacientes grávidas.


O uso do raio x identifica:

• Fraturas ósseas;

• Sinusites;

• Tumores ósseos;

• Pneumonia;

• Derrames pleurais;

• Nódulos pulmonares.


Um raio x serve para identificar fraturas, tumores, distúrbios de crescimento em ossos. Já nos pulmões pode acusar o diagnóstico de pneumonia ou câncer. Quando ocorre um ferimento por arma de fogo, a radiografia é capaz de localizar onde está o projétil dentro do corpo da pessoa ferida. O exame de densitometria óssea, que é realizado por meio de raio x, pode acusar a osteoporose em mulheres após a menopausa.


Geralmente, os médicos solicitam exames por meio de radiografias por ser um método rápido e barato para o paciente. Para a realização dos exames de raio x, o paciente deverá permanecer sentado, deitado ou em pé, seguindo orientações do médico que está realizando os exames. Durante todo o exame, o paciente deverá permanecer imóvel para uma boa imagem da radiografia.

Diferenciais de raio x convencional

Fale com os nossos especialistas e saiba mais sobre raio x convencional

Para sanar todas suas dúvidas sobre o assunto, fale com um dos nossos especialistas da área, pois possuímos profissionais capacitados para falar sobre raio x convencional. Aqui você faz a sua pergunta e, em pouco tempo, recebe uma resposta confiável e segura de profissionais com credibilidade. O raio x é um procedimento barato e seguro nos exames de diagnóstico por imagem. Se tiver dúvidas, entre em contato com um dos nossos especialistas. Você também terá acesso a várias informações sobre o assunto por meio dos nossos canais de comunicação. Então, compartilhe seu comentário e acesse nossos demais conteúdos para saber mais sobre raio x convencional.

Localização

R. Teresa Maria Luizetto, 295

Vila Santa Luzia, Taboão da Serra

06754-010

(11) 4701-4425

www.scandiagnostico.com.br