Mamografia digital

Não é novidade a importância da prevenção contra o câncer de mama. Contudo, muitas mulheres ainda carregam o medo de realizar o exame preventivo, conhecido como mamografia. Sendo esse o segundo tipo de câncer mais frequente no mundo inteiro, é preciso estar sempre em busca de novas informações. E com os exames preventivos em dia, pois isso pode ser fundamental para um possível tratamento, já que quanto antes um tumor mamário for identificado, maior a chance de cura.


Como tudo ao longo dos anos evolui, com o exame de mama não seria diferente. Atualmente, a mamografia digital já é uma realidade e ajuda tanto quanto a mamografia tradicional, a analógica.


Muitas mulheres não realizam a mamografia por julgarem o autoexame tão eficiente quanto. A verdade é que o autoexame é sim uma forma eficiente de detecção de tumores, mas quando tal percepção ocorre é porque ele já está com um tamanho maior, já é palpável. Tanto a mamografia digital quanto a analógica detectam tumores com menos de 1 centímetro, quando ainda não são palpáveis e que possuem 98% de chance de cura.

De modo geral, a eficácia das duas mamografias (digital e analógica) é a mesma, pois ambas passam por um controle de qualidade que visa confirmar se possuem capacidade para detectar qualquer tumor mamário em fase inicial. Contudo, a imagem que é gerada por meio da mamografia capta mais detalhes, ou seja, tem mais definição. Além disso, enquanto na mamografia analógica a imagem captada é impressa em um filme, na digital a imagem é transmitida para um computador.


Todo esse processo torna os resultados da mamografia mais rápidos, o que é importante, principalmente nos casos em que a mamografia é usada para realizar biopsias, pois nesses casos todo minuto é importante. A maior diferença está nos benefícios que os equipamentos digitais de forma geral trazem em relação aos analógicos. Como a imagem é transmitida para um computador, o profissional tem a possibilidade de posteriormente dar zoom (aproximar a imagem) e diminuir ou aumentar o contraste. Tanto uma quanto outra possibilidade auxiliam no momento pós exame, quando o profissional avalia os resultados da mamografia. Dessa forma, se reduz o número de mulheres que precisam repetir a mamografia para sanar eventuais dúvidas, pois o médico tem um controle maior da imagem. 


A mamografia digital é, assim como a mamografia tradicional, um exame de raio x. Porém, é mais confortável e oferece um tempo menor de exposição à radiação. Além disso, mulheres que possuem a mama densa (quando a mama tem menos tecido adiposo e mais tecido glandular) têm o diagnóstico mais eficiente com esse tipo de mamografia. 

Diferenciais da mamografia digital

Fale com os nossos especialistas e saiba mais sobre mamografia digital

O câncer de mama, apesar de ser um dos tipos de câncer mais comuns, possui grande chance de cura quando diagnosticado em fase inicial. Por isso a importância dos exames preventivos, como a mamografia. A mamografia digital traz mais qualidade na imagem da mama, o que pode ser essencial para algumas mulheres, que precisam repetir o exame várias vezes com a finalidade de ter um diagnóstico mais preciso. Você já conhecia os dois tipos de mamografia? Sabia das diferenças entre elas? Deixe o seu comentário e compartilhe a sua experiência!

Localização

R. Teresa Maria Luizetto, 295

Vila Santa Luzia, Taboão da Serra

06754-010

(11) 4701-4425

www.scandiagnostico.com.br